BRAIP ads_banner

Os bilhões que a Globo faturou com o BBB 24

CasaNotícias

Os bilhões que a Globo faturou com o BBB 24

Primeira intervenção do VAR no Campeonato Brasileiro dura mais de seis minutos
Catarina Guerra e suas propostas para a prefeitura de Boa Vista
Comida japonesa e bebidas especiais em evento na Japan House

Números extraoficiais dão conta que a Globo faturou 1,5 bilhão de reais com todos os contratos publicitários do BBB 24. O programa chegou ao final com pelo menos um recorde estabelecido: a comercialização de cotas de patrocínio, com 15 no total – a maior da história do programa, superando a edição de 2023, com 13.

No total, foram 31 marcas expostas, sendo 16 empresas com cotas fixas de patrocínio e outras 15 com ações de conteúdo. As empresas com patrocínios diretos no BBB foram Mercado Livre, Stone, Seara, Esportes da Sorte, Downy, Rexona, Chevrolet, Amstel, iFood, Pantene, Ademicon, Hypera Pharma, McDonald’s, Cif, Latam e Oi. “Com elogios e críticas, é um programa que ainda está entre os principais no segmento de entretenimento da TV aberta, e essa exposição, que também é muito forte no digital e redes sociais, acaba atraindo cada vez mais o interesse das marcas”, dizFábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports, especialista em contratos de patrocínio

Outras 15 marcas, com cotas menores, participaram com ações envolvendo produtos ou serviços, casos de Kwai, Electrolux, Delícia, Nestlé, Ajinomoto, Estácio, Disney, Yoki, SBP, Ministério da Saúde, Centrum, Hellman’s, Kibon, Niely e Pepsi. “Mais importante do que promover a marca em uma festa e prova, está em capitalizar isso também em geração de conteúdo, tanto em redes sociais quanto com o público consumidor destes serviços, e isso o próprio BBB ajuda a explorar com maestria”, diz Renê Salviano, presidente da consultoria Heatmap.

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner