BRAIP ads_banner

O que é ‘sextorção financeira’ e como o Instagram quer combater o crime

CasaNotícias

O que é ‘sextorção financeira’ e como o Instagram quer combater o crime

Rússia acusa Ucrânia de bombardear instalações médicas e matar profissionais de saúde
Pacheco diz que aprovaria PL das fake news caso projeto estivesse no Senado
Professor é preso sob suspeita de roubo, mas escola diz que ele estava em aula a 200 km

Continua após publicidade

O conceito não é novo, mas o rótulo, forte o bastante para chamar a atenção para o problema, sim. “Sextorção financeira” se caracteriza pela ameaça de revelar imagens íntimas de uma pessoa em troca de dinheiro. Compartilhar – ou ameaçar compartilhar – esse tipo de conteúdo sem consentimento é crime e vai contra as políticas das principais empresas de tecnologia, o que não tem impedido a ação de malfeitores de agir, mirando principalmente os usuários adolescentes. Para tentar coibir a ação desses criminosos, a Meta anunciou a adoção de novas políticas de uso no Instagram.

As atualizações envolvem padronização de configurações para contas de adolescentes para que não possam, por exemplo, receber mensagens de pessoas com as quais não estão conectados. Também será testado um recurso de proteção contra nudez em mensagens diretas (DM, na sigla em inglês) da plataforma, que desfoca as imagens detectadas como contendo nudez e incentiva as pessoas a pensar duas vezes antes de enviar imagens de nudez. “A proteção contra nudez será ativada por padrão para adolescentes menores de 18 anos em todo o mundo, e mostraremos uma notificação aos adultos incentivando-os a ativá-la”, diz um comunicado da empresa.

Segundo a empresa, a proteção contra nudez usa aprendizado de máquina — recurso que envolve a inteligência artificial — no dispositivo para analisar se uma imagem enviada em uma DM no Instagram contém nudez. Como as imagens são analisadas no próprio dispositivo, a proteção contra nudez funcionará em chats criptografados de ponta a ponta, e a Meta não terá acesso a essas imagens –- a menos que alguém decida denunciá-las. Além disso, as equipes de tecnologia e segurança implantaram uma tecnologia para ajudar a identificar onde as contas podem estar potencialmente envolvidas na prática de golpes. Também serão testadas novas mensagens pop-up para pessoas que possam ter interagido com contas que foram removidas.

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner