BRAIP ads_banner

Seleção Brasileira ainda precisa de Neymar? Pentacampeão do mundo responde

CasaNotícias

Seleção Brasileira ainda precisa de Neymar? Pentacampeão do mundo responde

Líder do Hamas diz que ainda busca acordo de reféns mesmo após morte de filhos
Enquete BBB 24: ainda indefinido, Paredão tem reviravolta; veja dados
4 filmes de sucesso saem da Netflix em maio e você ainda não viu

Convidado do CNN Esportes S/A desta semana, Juninho Paulista, pentacampeão e ex-coordenador da Seleção Brasileira, comentou sobre a ausência de Neymar e o futuro da Seleção Brasileira e do futebol nacional.

“A força do Neymar é uma força técnica, ele tem essa força técnica na Seleção Brasileira e em qualquer clube que ele vá, porque ele é um jogador diferente dos demais. Antes você tinha jogadores diferentes do mesmo nível, hoje você não tem. Você tem um Neymar e os outros jogadores. Então é a liderança o diferencial dele, é o técnico. E ainda hoje a seleção precisa do Neymar? Claro, precisa, desde que o Neymar esteja bem, esteja performando, precisa porque ele é diferente dos demais. Nós temos aí Vinícius Jr. e nós temos o Rodrygo, que são excelentes jogadores, mas o Neymar é um nível acima”, comentou o ex-jogador.

O jogador está afastado dos campos desde que rompeu o ligamento cruzado anterior e o menisco do joelho esquerdo em partida da Seleção Brasileira contra o Uruguai, no dia 17 de outubro do ano passado.

Neymar soma 79 gols pelo Brasil, número que, segundo dados da FIFA, o coloca na frente de Pelé como maior artilheiro da história da Seleção.

Anunciado como reforço do Al-Hilal em 15 de agosto, Neymar teve sua temporada de estreia na Arábia Saudita encerrada após apenas cinco partidas, três pelo campeonato local e dois pela Champions League da Ásia.

Para Juninho Paulista, a Seleção Brasileira chega bem cotada para a Copa do Mundo de 2026, que acontecerá nos Estados Unidos, México e no Canadá.

“Enxergo um bom futuro, enxergo pessoas competentes trabalhando, bons profissionais. O Brasil chegou bem cotado na Copa de 2022 e acredito que vai ser vai chegar também bem cotada na de 2026”, comentou o ex-atleta.

O programa vai ao ar neste domingo (21), às 21h15, na CNN Brasil. 

O pentacampeão brasileiro ainda reforça que o futebol nacional ainda tem um longo caminho para percorrer, destacando a necessidade de trazer profissionais competentes para cada área dentro da instituição.

“Vai dar certo, pode dar certo em um curto espaço de tempo que tem, mas se continuar dessa maneira e com esses pensamentos, vai demorar bem mais do que a gente imagina”, finalizou.

Com a presença de Juninho Paulista, o CNN Esportes S/A chega à 44ª edição. Apresentado por João Vítor Xavier, o programa aborda os bastidores de um mercado que movimenta bilhões e é um dos mais lucrativos do mundo: o futebol. Em pauta, os assuntos mais quentes da indústria do mundo da bola, na perspectiva de economia e negócios. 

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner