BRAIP ads_banner

Quase 14 mil crianças morreram em Gaza desde o início da guerra com Israel, diz Unicef

CasaNotícias

Quase 14 mil crianças morreram em Gaza desde o início da guerra com Israel, diz Unicef

Ataque a campo de refugiados de Gaza deixa 13 mortos, incluindo sete crianças
Bolsa Família já destinou mais de R$ 10 bilhões para crianças, adolescentes e gestantes, entre março e agosto
Secretaria de Saúde detecta aumento de bronquiolite no Rio de Janeiro

Mais de 13.800 crianças foram mortas na Faixa de Gaza desde o início da guerra entre Israel e Hamas, segundo a Diretora Executiva do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Catherine Russell.

“Milhares de pessoas ficaram feridas e milhares estão à beira da fome”, disse ela durante uma entrevista coletiva em Nova York.

Numa declaração separada, a ONU Mulheres – entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres – afirmou que “uma criança é ferida ou morre a cada 10 minutos” em Gaza.

Além disso,  a entidade afirma que mais de 10 mil mulheres foram mortas em Gaza desde o início da guerra, e 6 mil delas deixaram 19 mil crianças órfãs para trás.

A especialista em comunicação da Unicef, Tess Ingram, que visitou recentemente o enclave, disse em Genebra, na terça-feira, que o que a impressionou foi o número de crianças feridas que viu.

“Não apenas nos hospitais, mas nas ruas, nos seus abrigos improvisados, vivendo as suas vidas agora permanentemente alteradas”, disse ela.

A CNN não pode verificar de forma independente os números de mortes devido à falta de acesso da mídia a Gaza.

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner