BRAIP ads_banner

Polícia investiga se menina morta no RJ vinha sofrendo agressão de padrasto

CasaNotícias

Polícia investiga se menina morta no RJ vinha sofrendo agressão de padrasto

Três vereadores são presos em operação do MPSP que investiga grupo ligado ao PCC
Barco à deriva com diversos corpos é encontrado no Pará; Polícia Federal investiga
Bélgica investiga interferência russa na eleição da União Europeia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro investiga se a menina Lara Emanuelly Braga da Silva era uma vítima frequente de agressão. A criança de três anos foi encontrada sem vida pela Polícia Militar em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, na manhã deste domingo (14), com marcas pelo corpo.

O SAMU chegou a ser acionado por testemunhas mas era tarde. Os bombeiros levaram o corpo da vítima para o Instituto Médico Legal (IML) de Duque de Caxias.

Segundo o titular da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, Mauro Cesar da Silva Junior, exames comprovaram que Lara morreu em decorrência das lesões sofridas. A perícia também foi feita na casa da família.

Na hora do crime, a mãe da menina tinha saído de casa para levar a outra filha ao médico. Ela já prestou depoimento.

Testemunhas que moram na região da Vila Rosali apontaram o padrasto da criança como suspeito. Carlos Henrique da Silva Junior confessou que bateu em Lara Emanuelly. Ele foi preso em flagrante por homicídio qualificado.

Fonte: Externa

BRAIP ads_banner